2016: Uma retrospectiva do meu ano — Mudança e Oportunidade

2016: Uma retrospectiva do meu ano — Mudança e Oportunidade

Colabore com o Blog!

Olá, para ajudar a melhorar o blog, eu criei um pequeno questionário que você pode responder menos de 2 minutos.

Participe e ajude a fazer o blog ainda melhor! Saiba mais

Este é o segundo ano fazendo review sobre o blog e sobre mim. Faz algum tempo que não escrevo e não consegui terminar este artigo em fevereiro, então decidi escrever hoje e já aproveitar para fazer algumas mudanças no blog e no que estou preparando para o futuro. :)

Já faz praticamente 3 mês desde meu ultimo post sobre parâmetros opcionais do UI Router, e também alguns 3 mêses sem escrever sobre alguns tópicos que julgo importantes/legais, tirando que estou meio ausente nas respostas dos comentários e emails que tenho recebido de alguns de vocês.

Tive algumas mudanças que me consumiram, mas irei justificar e falar hoje o que rolou para aqueles que não sabem o que se passa!

Enquanto escrevo, selecionei algumas músicas dos Raimundos para dar aquela relaxada.

Se você quiser pular o Lero-Lero click aqui, enfim e boa leitura.

Apesar das coisas que ocorreram durante o ano, 2016 foi um ano como qualquer outro.

Uau, 2016 foi o pior.

Acredito que não apenas eu, mas todos nós realmente aprendemos muitas lições neste ano de 2016, sejam elas boas ou ruins, e para ser desconfortavelmente honesto, aprendi muitas lições sobre mim também.

2016 para mim foi simplesmente uma viagem, pois a vida e o tempo me mostrou alguns pontos não tão bonitos de como eles realmente são.

Entes queridos que se foram. Tristeza. Mentiras. Falhas.

Mas esta história não é apenas sobre coisas ruins, ela também é uma nova vida.

Felicidade. Oportunidade. Desafios. Esperança.

Acho que vou ter que resumir a história, afinal nem tudo o que aconteceu pode ser um fato fascinante aos olhos de outros.


Eu mudei 2 vezes de emprego

Até onde alguns sabem, eu estava trabalhando na Oi até o começo do ano, onde tive a oportunidade de trabalhar com algumas coisas legais e também software legado.

Tive a oportunidade de aprender React, utilizar e sugerir melhorias sobre o processo de build de projetos front-end feito pelo @antenando, e claro outras tecnologias também como PHP/Laravel, Python/Flask, aprendi um pouco sobre Docker e Java com Spring Boot.

Decidi também fazer uma pós-graduação em Desenvolvimento Web na UFSCAR, onde conheci pessoas fantásticas e também fiz algumas amizades que espero manter por muito tempo. E até então tudo estava bem.

Após alguns meses, comecei a ter alguns contratempos, pois como a Oi é uma empresa muito grande, onde por mais que tinhamos muita coisa para fazer tinhamos também muitos processos e burocracia que acabaram afetando a produtividade minha e do meu time, além é claro de mudanças internas da compania que algumas coisas não me agradaram e causou não só a minha saida quanto a de outros bons profissionais.

Por sorte estava pensando voltar para startups, para aprender mais, utilizar outras tecnologias e aumentar meu network.

Foi quando falei com diversas empresas como a VivaReal, QuintoAndar, Loggi e LuizaLabs (Magazine Luiza).

No fim, optei por trabalhar com empresas do portfólio da Kaszek Ventures onde primeiramente fui para BelezaNaWeb, um ecommerce de produtos de beleza onde o maior incentivo foi poder trabalhar com algumas pessoas que eu já conhecia como o @wbrunom (amigo e mentor).

Mas por alguns motivos não deu certo, então decidi ver algumas outras empresas do portfólio da Kaszek, entre elas a VivaReal, Creditas (anteriormente BankFácil) e QuintoAndar.

Não é porque a cultura de uma empresa não combinava comigo que as outras seriam iguais.

Entre elas, a Creditas foi a qual mais me chamou a atenção pelo produto em sí, por ser algo diferente e também por me proporcionar um pouco mais de flexibilidade, o que eu sempre vejo com bons olhos.

Toda empresa tem problemas, isso é um fato! Ainda não acredito que exista a empresa perfeita, ou ao menos ainda não encontrei, mas tenho que admitir que as pessoas fazem a empresa e isso acontece na Creditas.

Aprendi muito não somente sobre tecnologias, mas também sobre mim mesmo, sobre tudo saber escutar as pessoas para entender pontos de vista não só sobre tecnologia, mas também produto e negócio.

Meu maior aprendizado foi ter trabalhado no caos no início, onde mesmo com pouca organização e algumas decisões que impactaram na entrega foram um pouco ruins, embora que toda empresa aprende com seus erros e nós desenvolvedores também.

No fim a minha decisão não foi ruim, muito pelo contrário, acredito que estaria trabalhando com o mesmo time por mais um bom tempo já que do caos em menos de 1 ano a empresa conseguiu desenvolver um nível de organização muito bom, adicionou um Agile Coach para melhorar a produtividade e o workflow dos times o que foi perceptivel nos primeiros meses. Muito obrigado @ron4ldogm

Sem contar que aprender coisas novas como Ember e Rails, ter desenvolvido um styleguide junto a um time de desenvolvedores fantásticos e claro ter conhecido os maiores escrotões da face da terra.

Acredite, isso é um elogio <3

Falando nisso, se você é apaixonado por tecnologia e que querem fazer a diferença em como o crédito funciona no brasil dê uma olhada nesse link.

Em outras palavras…

2016: Um ano de aprendizado

Bye bye Brasil

Trabalhar na Creditas não era ruim, e eu estava pretendendo terminar minha pós na UFSCAR antes de encarar um novo desafio, mas precisei tomar uma decisão do que eu queria naquele momento:

Seguir em frente ou talvez esperar e se preparar um pouco mais?

Admito que gostaria de ter tido mais tempo para terminar meus estudos, ter viajado um pouco mais e feito alguns intercâmbios loucos, mas estou contente de ter conseguido algo fora do Brasil, podendo viajar para outros países, etc.

Se você não faz ideia do que estou dizendo, dê uma olhada no post onde falo sobre minha vinda para Barcelona.

2016: Um ano de portunidades e mudanças

Olhando adiante para 2017

Eu quero manter um ritimo e manter o que funcionou pra mim no ultimo ano, tanto quanto profissionalmente quanto pessoalmente.

Pessoal

  • Consegui finalizar o Cubo Rubik’s algumas vezes desde janeiro, e agora consigo termina-lo em menos de 5 minutos.
  • Pela manhã estou lendo algumas notícias do Brasil e do mundo, para tentar me atualizar o minimo já que nunca liguei para isso. Normalmente evito gastar mais que 30 minutos, o que passa disso estou guardando no Pocket para ler mais tarde.
  • Estou tentando perder menos o foco, já que sou uma pessoa bem dispersa. No trabalho continuo utilizando o pomodoro e minha média se mantem em 11 pomodoros/dia, mesmo que o RescueTime dizendo o contrário.
  • Parei definitivamente de fazer freelas, e isso melhorou muito minha produtividade.
  • Reduzi a quantidade de projetos pessoais que estava tocando, agora me foco em no máximo 2.
  • Eu tenho o objetivo de um dia conseguir correr um Meia Maratona (21km), mas no meu atual estado fisico não consigo correr muito mais que 5km fazendo um esforço violento. Este ano, eu vou começar de vagar. Eu caminho ao menos 3 vezes na semana e estou pensando seriamente em fazer trilhas, além de trocar o transporte publico por bicicleta em breve.
  • Eu também quero viajar mais este ano para me dar uma chance de recarregar as baterias. Quero visitar ao menos um novo país a cada 3 meses.

Saúde Fisica / Mental

  • Estou mudando minha alimentação, cortei muitas porcarias e consegui diminuir a quantidade de café diário para apenas 4 copos.
  • Comecei a fazer atividades fisicas, o que normalmente envolve correr, já que academia é algo que não tenho tanta diciplina para seguir.
  • Além disso tive uma melhoria na ansiedade, o que felizmente esta fazendo eu dormir mais ao invés de ficar acordado até as 2 da manhã.

Tech

  • Estou evitando querer entender N frameworks, agora meu foco principal é Angular 2 e React, mesmo eu tendo gostado muito do Ember.
  • Por conta do trabalho, estou estudando algumas coisas sobre Ionic e Angular 2, sinceramente estou gostando muito, principalmente com alguns experimentos envolvendo Firebase, mas isso não quer dizer que vou parar de utilizar React.
  • Até o presente momento fui em diversos meetups em Barcelona, e pude ver mais ou menos sobre o que estão falando. Provavelmente no meio do ano vou começar a palestrar em alguns grupos sobre as coisas que conheço e também ter a chance de ver como funciona palestrar em eventos por aqui.

O Blog

Sinceramente estou bem satisfeito com os resultados, pois mesmo sem escrever regularmente as visitar veem sempre aumentando, mesmo com apenas 8 posts no ano que vergonha!

Google Analytics em 2016

Foram 23mil acessos únicos durante o ano, e um total de 64mil page views o que pra mim, é uma surpresa já que não tenho tantas páginas assim. Claro que 41% são de usuários recorrentes, mas ainda assim parece que cresceu muito.
89% das visitar são do Brasil, 6% de Portugal, Moçambique e Angola somam 2,5%, e o restante distribuido USA, México, Argentina, Índia e alguns outros países.

A lista dos posts mais acessados foram:

Neste fim de semana comecei a traduzir alguns posts que tem muitos acessos, e estou procurando pessoas para revisar meu inglês. Interessados se apresentem :D


Eu aprendi muito em 2016 e continuo aprendendo. Meu objetivo para este ano é manter contato com mais pessoas e que eu possa continuar ajudando, seja através do blog ou pessoalmente.

Obrigado pela leitura. Se você tiver dúvidas ou sugestões, entre em contato!

Se realmente leu todo o post, precisamos beber um dia desses. :beers:

Join the Conversation